musica

10 de set de 2011

Panela de barro



Panela de barro - curando e cozinhando






Como curar: apesar de a maioria de suas peças ser de queima em alta temperatura, ideal para utilitários de servir, a panela é própria para ir ao fogo, pois é feita em baixa temperatura. E embora tenha recebido um papel indicando um bom jeito de curar a panela antes de usar (ou ela me falou, não lembro), com a bagunça de reforma que anda minha casa, resolvi fazer do meu jeito: deixei a panela imersa em água por uma noite e, no dia seguinte, escorri a água e levei a panela ao fogo junto com mais água e um tanto de de toucinho picado (meio a meio). Quando a água evaporou, o torresmo começou a fritar. Aí, com um pincel, fui besuntando as paredes da panela por dentro, até que o torresmo ficasse bem sequinho. Foi só escorrer a gordura, esperar esfriar, lavar bem e a panela estava pronta pra usar, sem cheiro de barro molhado. Se não curar, a panela pode trincar e a comida, ficar como gosto água de filtro novo. Na hora de guardar, costumo secar ao fogo ou ao sol.


Podia ter colocado também só água e óleo e há várias outras formas de curar, mas uma coisa é certa: a panela de barro usada nunca mais terá aquela coloração uniforme com que chegou. E tudo bem, esta é a graça de uma boa panela de barro, ser toda queimada por fora

Resolvi fazer um arroz com frutos do mar que comprei no Mercado , . Um prato único que agrega um carboidrato e uma proteína. É isto que tem sido. De resto, tem as frutas. Então, quem vê esta panela toda bonitinha aí em cima do fogão, não imagina a zona que está por trás.
Como faz o arroz com frutos do mar: doura em óleo, na panela de barro, meia cebola picada (lembre-se que ela demora para começar a aquecer, então pode colocar a panela no fogo com a cebola e enquanto isso providencie os outros ingredientes). Juntei 1 xícara de arroz cateto, 1 tomate picado, meio pimentão picado, 1 colher (chá) de cúrcuma em pó, 1/2 colher (chá) de sal e refoguei bem. Acrescentei 1 xícara e meia de água fervente e deixei ferver por 5 minutos em fogo baixo. Coloquei os frutos do mar temperados previamente com gotas de limão, 1 colher (chá) de sal e pimenta-do-reino (100 g de berbigão ou vôngole sem concha, 100 g de marisco sem concha, 100 g de camarão limpo, 100 g de camarões inteiros). Ajeitei os frutos do mar para que ficassem bem distribuídos, tampei e deixei cozinhar mais em fogo baixo até secar e os grãos de arroz ficarem macios. Espalhei por cima cheiro-verde picado e fio de azeite. E nhac! Rendeu 4 porções
imagens da internet

Nenhum comentário:

Postar um comentário

volte sempre

passaros

center>