musica

24 de jun de 2011

ETA hoje e dia da gulozemas


Não sei se já repararam hoje ricardo colheu muitos morangos


e uma boa parte deles já foi transformada em compota de morangos. Assim, quando for necessário há já uns miminhos para oferecer.


Aproveitei também para decorar um bolo de chocolate com morangos, e ainda me restam alguns.


Mas há tanta coisa para fazer: comer ao natural e com açúcar e raspas de limão,, e até numa requintada sobremesa!







Não há fruto que me faça lembrar tanto o verão como os limões. Não sei se é da sua cor amarela viva, que nos lembra o sol, se é o seu cheiro e sabor cítrico e refrescante. O que é certo é que assim que ponho os olhos num cesto cheio de limões, não importa se está frio, ou chuva. O verão é o primeiro pensamento que me vem à cabeça.

Tenho colhido muitos limões. . E era preciso não deixar estragar tanto limão.

Uns estão no frigorífico à espera de serem usados na cozinha do dia-a-dia, mas a maior parte teve outro fim.

Com uns tantos preparei um delicioso curd de limão, para rechear tortas e bolos.

Com uma outra parte congelei. Mas não os congelei inteiros. Primeiro ralei a casca que guardei numa caixinha plástica no congelador. Assim, sempre que uma receita pedir raspa de limão basta ir buscar.

Depois de ralar a casca espremi os limões de modo a obter todo o sumo possível. Coloquei depois o sumo em sacos de cubos de gelo. Quando precisar de sumo de limão basta retirar um cubinho e deixar descongelar. Estes cubinhos de sumo de limão são também optimos para preparar refrescos e limonadas durante o verão, ou ainda para fazer granizados.

Como estão a ver, basta saber aproveitar aquilo que nos é dado. E principalmente não deixar estragar!


Curd de Limão (Lemon Curd)









Apesar de o provérbio inglês dizer "se a vida te dá limões faz limonada", aqui foi altura de fazer um delicioso curd de limão, ideal para rechear bolos, tartes e bolachas, ou para comer em torradas ou com scones ainda quentinhos. Um delicioso creme com um gosto bem cítrico




Ingredientes para 4 frascos pequenos:




6 limões

6 ovos

120gr de manteiga sem sal

450gr de açúcar




Preparação:




Lave bem os limões. Num tachinho coloque o açúcar, a manteiga, o sumo e a raspa dos limões, e leve ao lume até dissolver tudo muito bem.

Entretanto bata os ovos, muito bem batidos com uma vara de arames.

Retire a mistura de limão, açúcar e manteiga do lume e adicione os ovos batidos sem parar de mexer. Leve novamente ao lume (brando), sem deixar de mexer e até a mistura ferver e engrossar.

Retire do lume e distribua pelos frasquinhos. Volte-os de cabeça para baixa durante 30 minutos para criarem vácuo e guarde no frigorífico ou num local fresco até usar.




Bom Apetite! Há uns dias atrás decidi fazer arroz de feijão para acompanhar uma carne grelhada cozidos. Mas, reparei que apesar de ter imenso feijão seco em casa (caseiro!), não tinha nenhum cozido, nem tempo para demolhar e cozer feijão antes do almoço...
É que para além de ser muito mais saboroso e feijão cozido em casa, é também mais económico. E para quem possa pensar que não é tão práctico como as leguminosas já cozidas, deixo aqui uma pequena dica.
Demolhem logo 1 ou 2 kg de leguminosas, neste caso feijão, de cada vez. Deixem ficar assim cerca de 24 horas e depois levem o feijão a cozer em água temperada de sal, um fio de azeite e uma cebola e/ou 1 folha de louro.
Coloquem depois o feijão em várias caixinhas com as doses que normalmente usam para um arroz, sopa, feijoada. Ora aqui deixo-vos outra dica. Em vez de usarem tupperwares que tal reutilizarem as caixas plásticas que vêm com os gelados? Depois é só colocarem uma etiqueta com o conteúdo e levarem a congelar.Quando quiserem preparar algo com o feijão cozido, é só descongelar. E se for numa emergência, descongela em 2 ou 3 minutos no microondas ou directamente na panela!



Todos conhecem a minha aversão por deitar comida fora. Porque é um desperdício de dinheiro, mas principalmente porque é um desperdício de recursos. E apesar de estarmos em pleno século XXI, ainda morrem milhares de pessoas à fome. Todos os dias.Portanto, como não me interessa o que os outros possam pensar, o saco cheio de pão rijo que queriam deitar fora, quando estavamos a arrumar as coisas depois do nosso fim de semana de fim de ano, veio para casa comigo.
Ainda nesse dia aproveitei algum pão para fazer tostas e foi o nosso jantar, já em casa, a acompanhar uma sopa quentinha. No dia seguinte, eu e o M. comemos torradas ao pequeno almoço, mas mesmo assim ainda havia pão. Como nesse mesmo dia liguei o forno para fazer um assado, lembrei-me logo do pão!
Cortei o pão rijo em pequenos pedaços e temperei com um fio de azeite. Coloquei tudo num tabuleiro e aproveitei o forno ligado para deixar secar e tostar o pão.
Quando estava seco e crocante, coloquei os pedaços de pão no robot de cozinha, juntei 2 dentes de alho e 2 colheres de sopa de coentros frescos picados. Deixei picar bem de modo a ficar com um pão ralado fino. Guardei num frasco, bem fechado e está pronto a usar.


E nada se deitou fora... E já estou a imaginar num panadinhos com este delicioso pão ralado!!COM ESTE TEMPINHO DE CHUVA, COMO CAI BEM SÔ!





CALDO DE MANDIOCA VAMOS PROVAR?!!














Caldo de mandioca
Ingredientes









· 1 kg de mandioca picada





· 1 calabresa





· 100 g de bacon





· 4 cebolas grandes





· 2 tabletes de caldo de picanha





· 1 colher de sal com alho











Modo de Preparo









Frite o bacon com um pouco de óleo, a calabresa, cebola, o tempero e o caldo de picanha e coloque 2 litros de água e a mandioca


Quando a mandioca estiver cozida apague o fogo e bata tudo no liquidificador e volte tudo para uma panela grande e leve ao fogo e vá raleando até ficar na consistência mais rala

Nenhum comentário:

Postar um comentário

volte sempre

passaros

center>