musica

25 de jun de 2011

hoje tem bazar e bolo



Um bolo pra chamar de seu








No sabado fizemos, minha irmã e eu, um bazar de sacolas de pano aqui em casa, com bolo e chá. E, para deixar o trabalho adiantado caso faltasse bolo, pré-aprontei, numa linha de produção, várias misturas secas para um bolo de fubá. Na hora da correria era só pedir pra qualquer ser, mesmo o mais inapto na cozinha: vá lá e prepare um bolo. Não tem erro, é só juntar tudo com óleo, leite e ovos e misturar bem. Sem muita sujeira, sem muitos itens pra pegar. O resultado não chega a ser aquela fofura dos bolos feitos com manteigas aeradas e claras em neve, mas fica bem gostoso macio. Uma relação custo/benefício bem favorável.





Todo mundo tem aquela receita de bolo que dá super certo, seja integral, de chocolate, de aveia. É só juntar todos os ingredientes secos e guardar em saquinhos de plástico ou de papel bem fechados, por até 1 mês (ou limitando-se pelo prazo de validade dos ingredientes). Na hora de preparar, basta adicionar o líquido, ovo e gordura e misturar. No dia-a-dia facilita a vida. Um lanche, uma visita inesperada, uma base para as bananas que amadurecem na fruteira – para tudo isto valem estas misturas. E, no preço, é claro, nem precisa comparar com as caixinhas de supermercado (sem falar dos aditivos).

Na hora de preparar, colher, mixer, batedor de arame, batedeira - qualquer coisa que deixe a massa lisinha.

Se não tiver sua própria receita, aqui dou a minha, bem comunzinha, de um caderno de família:





Bolo de fubá





Juntei em cada saquinho: 1 xícara de fubá amarelo, 1 xícara de farinha, 1 xícara de açúcar, 1 colher (café) de sal e ½ colher (sopa) de fermento (usei medida padronizada com volume de 240 ml).
Na hora de preparar: coloque numa tigela 2 ovos inteiros, ½ xícara de óleo e 1 xícara de leite. Mexa bem e junte a mistura do saquinho (se achar que precisa, peneire). Bata com colher de pau, mixer, batedor de arame ou batedeira, até a massa ficar homogênea. Se quiser, junte 1 colher (chá) de grãos de erva-doce. Coloque numa forma pequena de buraco no meio e leve para assar em forno médio por cerca de meia hora ou até crescer e dourar (um pouquinho de queijo ralado polvilhado por cima vai bem).


Obs.: se não pretende usar mixer, já pode deixar as sementinhas de erva-doce na mistura.


Esta massa é densa, então pode receber pedacinhos de queijo e/ou de goiabada - na hora de fazer.





Rende: 20 pedaços








Este poderia ter sido assado um pouco menos.


Trinta e duas bananas. Ou bolo de banana do sítio





Aproveitei o mel de jataí que ganhei dos amigos Rui e Mariângela e reguei o pedaço de bolo - redondo aqui por força de um cortador de biscoito (sobre cerâmica também do Rui Gassen).


O chato é que elas não são programáveis. Quando resolvem amadurecer, são todas de uma só vez. Em câmaras de climatização as bananas do comércio são expostas ao gás etileno para apressar o amadurecimento. Mas, deixadas seguindo o rumo natural, as bananas liberam muito etileno especialmente durante o verão, quando já estão no ponto e foram colhidas, e amadurecem rapidamente.



Meus pais trouxeram uns três cachos destas bananinhas pequenas, feiinhas e super doces. E a maioria sobrou pra mim. Um doce feito com elas, bem apurado, é gostoso, a jacq minha filha adora e sempre ganha da avó um vidro, que chega com um quê defumado do fogão de lenha. Mas acho um bolo mais útil, porque congelo em pedaços grandes que descongelam bem e rápido e vou tirando aos poucos ou quando chega uma visita inesperada. Agora mesmo ofereci com mel de jataí e cafezinho pra minha irmã que esteve aqui.


Fiz uma massa simples de bolo branco e espalhei numa forma bem grande para que por cima conseguisse colocar o máximo de banana possível e que no final a proporção de banana fose maior que a de massa. Mas, se quiser, você pode inverter isto variando o tamanho da forma e a quantidade de fruta. Consegui enfileirar bem ajustadas trinta e duas bananas pequenas, maduras mas não molengas. Joguei por cima uma farofa de cuca que ajudou a absorver a umidade da banana e ummmmmmm








Bolo de banana



5 ovos


2 xícaras de açúcar


3 xícaras de farinha de trigo


1 xícara de leite aquecido com 100 g de manteiga


1 colher (sopa) de fermento em pó


32 bananas nanicas pequenas ou quanto couber na sua forma


Para a farofa


1 xícara de farinha de trigo


1 xícara de açúcar


100 g de manteiga


1 colher (sopa) de canela em pó


Raspinhas de um limão rosa



Na batedeira, bata os ovos até ficarem homogêneos. Junte o açúcar aos poucos e bata até formar uma espuma bem fofa e volumosa. Junte alternadamente o leite com a manteiga derretida e a farinha com o fermento. Despeje numa assadeira grande untada e enfarinhada. Ajeite por cima as bananas inteiras e cubra com uma farofa feita com a farinha, açúcar, manteiga e canela (é só misturar tudo com um garfo). Espalhe por cima casquinha de limão. Asse em forno médio por cerca de 1 hora ou até dourar.bom apetite




http://come-se.blogspot.com imagens e texto
Rende: 40 pedaços

Um comentário:

volte sempre

passaros

center>