musica

14 de jun de 2011

A historia de meus pais...


imagens doces que lembram nossa infância e fazem com que façamos da infância de nossos filhos algo tão doce ou mais gostoso quanto a nossa foi..compartilho com vocês algumas imagens cheias de inocência, felicidade e ternura..sentimentos faltantes na vida adulta atual, seja por falta de tempo oupela connvivencia individual que não permite. O fato é que para um ser humno ser audavel na vida adulta ele precisa de um lar equilibrado e cheio de amor quando criança, a família decide a moral e vida adulta que um ser terá, isto é RESPONSABILIDADE!


História


Quando nasci fui agraciada por um lar terno e pacifico, meus pais sempre cuidaram muito bem de mim. Todo afeto nescessário eu recebi, assim fui crescendo…





aprendendo a amar o simples da vida, a me deliciar com coisas delicadas e imperceptiveis a muitas outras crianças, despertando a sensibilidade, muito característica em mim.





Aos 6 anos minha familia se mudou para uma casa em um bairro pequeno, lá conheci várias crianças,uma delas foi Fred.





meu marido sempre foi um menino muito especiale atencioso comigo,nossa diferença de idade é de apenas um ano. Foi ele quem me ensinou a andar de biscicleta, pular amarelinha, brincar de cinco Marias, bolinha de gude, cantigas de roda, passa anel, roda pião e todas as brincadeiras saudaveis que uma criança pode ter.





No colegial ele sempre ficava comigo no intervalo, me defendia de muitas coisas, eramos muito sociaveis e possuíamos muitos amigos, mas ficarmos juntos era mais que simples cia, era diversão com inocencia e muito respeito.








Em todos os momentos sempre estava comigo, raro ter lembrança de estarmos separados, a não ser quando eu estava em meu lar e ele no dele como dois adolescentes normais, mas tirando isso, só estava sozinha durante o trajeto até a casa dele que ficava a menos de dois quarterões da minha. Isso eu fazia correndo.





Sim ele me ensinou a amar, do jeito mais puro e lindo





quando estavamos juntos me sentia como um conto de fada, eu flutuava…





Passado alguns anos de namoro, noivamos e estávamos mais anciosos do que nunca para nosso casamento, SIM iriamos viver juntos para sempre.. Uma tarefa muito dificil era decidir o vestido de noiva





Ate que o que me deixava igual a Cinderela me encantou mais e com ele resolvi subir ao altar para nosso SIM. Nossos amigos compareceram em peso, foi mágico. E eu aos 23 anos me sentia enfim mulher.





meu casamento como todos teve altos e baixos, mas com o amadurecimento aprendemos juntos que nas dificuldades nosso amor se fortalece mais e mais





Apó irmos ao casamento de uma velha amiga minha, e eu ter pego o buque de flores, descobri uma semana depois que estavamos GRAVIDOS





Nasceu nosso primeiro filho, Gabriel. Por muitos momentos não tinha palavras para descrever o que era aquele ser tão pequeno, indefeso e docil para nós. Gabriel era simplesmente TUDO





Mas queriamos mais, insaciáveis pelo desejo de familia com muito amor, desejamos e ganhamos mais um bebê, aí veio a Natalia.





quando a nati estava com seus 3 anos e o Gabriel com quase 8 engravidei pela terceira vez, e foi só festa..Vieram Gêmeos: Arthur e o Victor





Minha filha crescia de forma dócil, sempre muito querida muito amada e chamando atenção pela sua desenvoltura,


Meu marido e os gemeos eram só chamegos, Gabriel sempre mais reservado sério e compenetrado no estudo





Os filhos cresceram..





minha menina se tornou um top model





seis anos depois casou-se, e eu? ora, eu me conservei





logo meu filho mais velho me deu a noticia de um neto, nossa viver a experiencia novamente era fantástico só que agora mais profundo e sem tantos compromissos, apenas curtir!





Nasceu Anny





Minha princesa linda, sentir sua continuação é fabuloso





Eu e meu marido construimos uma casinha na arvore, onde passamos as tardes de sábado com nosso Anny


Descobri que envelhecer com alegria é um grande alívio e não dói, simplesmente acontece, assim como para nós e para você!


Hoje vejo meus filhos com suas famílias grandes e vejo o quanto foi fundamental eu me apaixonar um dia e decidir que o mundo precisava me conhecer além de eu mesma..familia!





Somos avós e pais novamente muito felizes





e ao contrário do que dizem por aí, ser sogra é SIM ser mãe duas vezes..





Obrigado por poder compatilhar minha vida com vocês





E assim nos despedimos deixando a prova da felicidade na Terra..

Um comentário:

  1. Agradecida eu, pelo seu depoimento maravilhoso. Sua história linda de amor é um sopro de alegria em um mundo já tão castigado.
    Quem disse que não existe alma gêmea, é por que nunca encontrou, você achou !!!!
    Beijos no coração.
    Lua.

    ResponderExcluir

volte sempre

passaros

center>