musica

15 de mai de 2011

coisa da minha roça


Saudades...

A última vez que fui para São Paulo ver minha família foi no Natal... Quando viemos para Minas, imaginamos que eu poderia voltar a cada dois ou três meses, mas já faz quase seis meses e ainda não tive uma folguinha para ir visitar meus pais... Eu não sei como aguentam essas pessoas que vivem longe da família e ficam mais de ano sem voltar, porque eu ando com muita saudade da minha mãe, do meu pai, da minha irmã, do meu sobrinho...
O pior é quando a saudade junta com a tpm e eu saio dando piti! Coitado do Ri, fica com vontade de me jogar pra dentro de um ônibus para que eu só volte quando ficar calminha, bem calminha...! Mentira, ele tem uma paciência enorme comigo e fica sinceramente preocupado! Por ele, eu poderia ir quando quisesse, mas ainda não dá pra largar tudo na mão dele! Não que ele não dê conta, mas vai ficar arrebentado demais! Então, até que a gente consiga colocar mais algumas coisas em ordem, tenho que ir administrando as saudades... e a tpm...

Ai, eu quero a minha mãe!

Este é o gavião carrapateiro!
gavião carrapateiro 01

Carrapateiro

Companheiro de quase toda manhã das vacas, ajuda no controle de carrapatos, comendo-os todos!
gavião carrapateiro 02
A Gemada gosta tanto do carrapateiro, que até levanta o rabo (sinal de que está feliz) enquanto o gavião faz a limpa!

Quase 4 meses!

A nossa bezerrinha, Nevada, está com quase 4 meses e a gente chuta que com quase 100 quilos (quando nasceu, devia pesar uns 30~35 quilos)!
Nevada 4 meses
Ela é um doce e sempre que percebe a gente por perto, começa a chamar! O Ri acha que ela sentiu a minha falta, porque nem ficou dando seus pulinhos de alegria enquanto eu estava viajando! Dó que depois da Nevada nasceram só dois machos, que pra gente não vale a pena criar... Daí ela estar crescendo sozinha, 'tadinha!

Dedo duro

ordenha01
Ordenhar vaca é muito gostoso, eu mesma já estou treinando na vaca que tem os tetos mais macios de todas! Só que requer muita prática! Exige jeito e bastante força e mente quem diz que é só jeito, que não precisa de muita força! Como eu nunca tinha chegado perto de um úbere e o Ri ficou mais de 10 anos longe do ofício, ainda estamos nos adaptando... O Ri reclama mais de munheca, já no meu caso o que mais dói são os dedos, tanto que de manhã eu mal cosigo escovar os dentes, simplesmente porque meus dedos não aguentam segurar a escova

Na mamadeira

É uma maldade, mas tem lá suas vantagens... Algumas horas depois que a bezerrinha nasceu, separamos ela da mãe. Até o primeiro colostro ela acabou tomando na mamadeira!
bezerros003
'Tadinha! Ela fica tão feliz quando eu chego com a mamadeira! Fica dando voltas ao meu redor e pulando, pulando muito! O que é um perigo, porque eu acabo tomando cada pisada! Ai! Mas é uma fofura!
A foto está bem tosca, porque eu tirei enquanto segurava a mamadeira, então já viu...

Comida de vaca

Por enquanto as nossas vacas estão vivendo praticamente confinadas... É que ainda não conseguimos terminar a cerca para abrir uma área maior de pasto e onde elas estão hoje é muito pequeno. Então, todo dia, o Ri tem que cortar um tantão de capim!
capimroxo03
Na foto dá pra ver que o capim que foi cortado há alguns dias já está brotando! Pena que esse capim roxo acabou passando um pouco, se tivéssemos conseguido acabar a varanda mais cedo, poderíamos ter trazido as vacas antes e começado a cortar o capim quando os níveis de nutrientes ainda estavam altos. Agora estamos misturando uma parte desse capim, com uma parte de capim napier, que está mais novo e também mais gostoso (pelo menos as vacas comem bem mais dele!)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

volte sempre

passaros

center>