musica

15 de mai de 2011

MINHA CHEGADA NA ROÇA........



Chegando na roça!


Depois de mais de oito meses morando em B., finalmente, há quase dois meses, nos mudamos definitivamente para a roça! Se bem que, na verdade, até chegar até aqui, tive que passar por um longo processo... Afinal, só para sair de São Paulo, levei 33 anos!Não é muito fácil abrir mão das facilidades que uma cidade grande como São Paulo pode oferecer. Mas também são vários os motivos que ela apresenta para nos fazer querer fugir: trânsito e poluição, só para ficar com os mais amenos... Enfim, saindo de São Paulo, primeiro fui morar em uma chácara no interior de São Paulo, mas ainda bem próximo à capital, a apenas 90km.Era uma chácara com muitas árvores e uma boa área gramada, lá, eu e o Ri fomos aumentando o nosso número de cachorros aos poucos até chegarmos a sete (que é o quanto continuamos a ter agora) e chegamos a criar alguns carneirinhos e perus. Também tentamos manter uma hortinha que a falta de tempo para lutar contra as pragas nos fez desistir.E toda vez que batia uma vontade de ir a um bom restaurante, fazer compras no Ceagesp ou, ir a uma livraria bacana, lá íamos nós correndo para São Paulo!Mas no fim de 2007 e início de 2008, nossa vida deu uma reviravolta. Após três anos no interior e cinco anos numa pequena empresa de artesanato, nossa sócia desfez a sociedade e nos obrigou a replanejar nosso rumo!Depois de várias noites sem dormir, desespero, choro e muita insegurança, resolvemos por em prática um plano que deveria acontecer somente daqui uns 5 a 7 anos (pelo menos era o que imaginávamos): morar na roça!
Eu quero uma casa no campo.o que é quitanda para o mineiro???



Quitanda – palavra de origem africana (do dialeto quimbundo) kitanda, significa o tabuleiro em que se expõem as mercadorias diversas (gêneros alimentícios) de vendedores ambulantes ou em feiras livres.
No interior do Brasil é também o pequeno estabelecimento comercial onde se vendem ovos, frutas, verduras, cereais, materiais de limpeza e pequenos objetos da lida doméstica.
Além da definição acima, aplicou-se às comedorias ligeiras, em sua maioria de origem africana, mas desenvolvidas pelo gênio culinário das pretas velhas em colaboração com as sinhás-donas.
Na cozinha mineira quer dizer tudo aquilo que é servido com o café, exceto o pão: bolos, fatias, biscoitos, sequilhos, broas, sonhos ou aquela sobremesa especial, feita por produtos vindos dos quintais: o doce de leite, a goiabada com queijo, ou a compota de fruta que se oferece após o almoço.Delicadeza




Através das atitudes a gentileza e a delicadeza invadem o coração, porém é no olhar que tudo vira sentimento.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

volte sempre

passaros

center>