musica

30 de abr de 2011


Jardins inspiradores


ARBUSTOS, BANCOS, FLORES, FOLHAGENS, FRUTÍFERAS, JARDINEIRAS, JARDINS,MÓVEIS PARA ÁREA EXTERNA, ORQUÍDEAS, PAINÉIS, PAISAGISTAS, PISOS, PÉRGOLAS, VASOS, ÁRVORES


No sábado, visitei a Casa Cor São Paulo. A mostra cresceu, mas o número de jardins diminuiu. Uma pena! Pude notar que, com relação ao ano passado, o número de jardins verticais está menor. Sinal de que outras tendências despontam por aí. Posso apontar uma delas. Em muitos jardins, os vasos cresceram de tamanho. Mesmo gigantes, eles não necessariamente comportam plantas proporcionalmente grandes e aí é que está a novidade. Mas vamos aos ambientes:


1. Uma estrutura de madeira cria uma espécie de pérgola solta, alternada por palmeiras, no jardim assinado pelo paisagista Ricardo Pessuto. O espaço toma a fachada do prédio que abriga a mostra e traz, logo na frente, um espelho d’água de pedras naturais.





2. O paisagista Maier Gilbert criou uma sala de estar ao ar livre, sob a sombra de uma árvore centenária. A ideia de aproveitar o jardim e a vista se estende pela área e um banco de madeira aparece em outro canto, ao lado de uma enorme jardineira com zamioculcas. Adorei os vasos de aço cortain que acomodam as orquídeas. O modelo, pelo menos dez vezes maior do que o necessário para abrigá-las dá uma ideia da onda gigante que vem por aí.





3. A paisagista Juliana Freitas montou uma horta com alturas diferentes de tinas de madeira. Detalhe: algumas tinas estão vazias para que os visitantes – sengundo entendi, crianças – possam fazer o plantio. Do lado da horta, um painel com samambaias e outras espécies esconde a parede.





4. Lembram da mesa com suculentas que mostrei recentemente em um post? Inspirado pela imagem da revista Garden Design, o paisagista Roberto Riscala fez melhor. Montou uma horta sobre a mesa. Pude ver alface e alface-roxa, alecrim, agrião e salsinha. Ah, segundo o Riscala, a água que corre entre as plantas foi planejada para lavá-las. O paisagista usuou vasos grandes e superleves com camélias. Detalhe: a forração foi feita com uvas artificias.





5. A jabuticabeira carregada de frutos atraiu os visitantes e uma quantidade enorme de pássaros no projeto assinado pela paisagista Paula Magaldi.





6. Gigi Botelho veio com uma passagem em que me chamaram a atenção os revestimentos: uma pérgola de demolição com detalhes em bambu, pintado de preto.





7. Os paisagistas Fabio Lorente e Izabel Possatto, do O Jardim, também fizeram uma passagem marcada pela presença do capim-do-texas, que dá movimento ao jardim.





8. Entre os arquitetos, notei que o verde se fez mais presente nos ambientes. Fabiana Sá, por exemplo, fez uma composição de tirar o fôlego com vasos gigantes.





9. Fernanda Marques, fez um jardim inteiro na entrada de seu ambiente e, não satisfeita, acrescentou mais verde nos pendentes.





10. O trio Ugo di Pace, Raul di Pace e Maria de Pace também fez uma entrada espetacular com a vegetação ultrapassando as barreiras da construção. As fotos dispensam comentários. Deleitem-se e até amanhã.


(imagens retiradas da internet)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

volte sempre

passaros

center>